Igreja Protestante Reformada do Brasil

A Igreja Protestante Reformada do Brasil (IPRB) é uma igreja que adota a Bíblia Sagrada como única regra de fé e prática. A IPRB existe para exaltar e glorificar a Deus, equipar os salvos e evangelizar os perdidos. Nosso endereço é QNL 22, via 02, lote 11. Taguatinga-DF.

quarta-feira, novembro 22

Os rumos da igreja

Hoje eu li o último texto postado no Blog O Tempora, o Mores, A Alma Católica dos Evangélicos no Brasil. O Pr. Augustus Nicodemos trouxe-nos uma profunda reflexão sobre a realidade da Igreja Evangélica no Brasil.
O desafio que temos diante deste quadro terrível de sincretismo e abandono da verdade bíblica, é continuar anunciando as Antigas Doutrinas da Graça. Essas doutrinas sempre trouxeram renovo para a igreja e fortaleceram a fé dos crentes.
Muitos tem confundido o que vem ocorrendo no Brasil com o genuíno avivamento. A renovação litúrgica tem colocado a juventude na direção dos chamados grupos de louvor, mas as canções entoadas por estes grupos são pobres em conteúdo, fracas em sua musicalidade, superficiais e alienantes.
A Teologia da Prosperidade ainda influencia muita gente, mesmo depois de sofrer um ataque sério, feito no início dos anos 90 através de diversas publicações. Outro problema é a Teologia da Batalha Espiritual, que apregoa a demonização de pessoas e estruturas, promovendo um sincretismo perigoso. Uma visão pagã que mistura elementos do animismo, gnosticismo e cristianismo, formando uma salada religiosa de gosto duvidoso.
Ao contemplar um quadro tão desolador, podemos ser tentados a crer que Deus não está agindo em nosso país. Contudo, em meio a este deserto, surge um oásis de esperança. Deus sempre tem a última palavra.
Em resposta a isto, tenho visto na igreja brasileira um grande interesse em se conhecer a herança reformada da igreja.
As editoras evangélicas estão abrindo espaço para autores e temas reformados. Algumas editoras de orientação pentecostais, têm publicado livros de autores reformados, como a CPAD e a Vida, que tem em seu catálogo autores como James Packer e John MacArthur.
Muitos congressos de pastores e lideres vem apresentado mais reflexão bíblica-teológica do que soluções pragmáticas e seculares para a igreja, como as Conferências promovidas pela Editora Fiel e o Simpósio Os Puritanos.

sexta-feira, novembro 10

Novidades

Estávamos nos reunindo nos lares dos irmãos que são membros da IPRB. Fizemos diversos cultos e estudamos a Declaração de Cambrigde. Esses foram nossos primeiros passos.
Agora, pela graça de Deus, estamos nos reunindo numa salão alugado. Estamos comprando os móveis da igreja (cadeiras, púlpito, etc) e material para EBD. Nosso endereço irá aparecer na apresentação do nome e identidade da Igreja. QNL 22, via 02, lote 11. Taguatinga-DF.
O presbitério da igreja está elaborando uma confissão de fé. Analisamos várias confissões históricas e entendemos que precisamos apresentar nossa contribuição para as demais igrejas reformadas, produzindo a nossa confissão.
Assim que ela for completamente aprovada pelo presbitério ela será publicada aqui no Blog.

segunda-feira, novembro 6

O progresso espiritual é necessário*

1. Não devemos insistir em uma perfeição absoluta em nossos companheiroscristãos por mais que lutemos por consegui-la nós mesmos. Seria injusto requerermos uma perfeição evangélica antes de constatarmos se uma pessoa é verdadeiramente cristã. Se instituíssemos uma norma de perfeição total para os cristãos, não existiria nenhuma igreja, posto que todos nós estamos muito longe de sermos verdadeiramente cristãos ideais. Afinal, teríamos que recusar a muitos que só podem fazer um progresso lento.
2. A perfeição deve ser a meta final a qual nos dirigir e o propósito supremo em nossas vidas. Não é justo que atemos um compromisso com Deus, em que tratemos de cumprirparte de nossas obrigações omitindo outras, segundo nosso gosto e capricho. Antes de tudo, o Senhor deseja sinceridade em Seu serviço e simplicidade de coração, sem engano nem falsidade. Uma mente dividida está em conflito com a vida espiritual, posto que estaimplica uma devoção sincera a Deus em busca de santidade e retidão. Ninguém, nesta prisão terrena do corpo, tem suficiente força própria para seguir adiante com uma constante vigilância e cuidado. Ademais, a grande maioria dos cristãos padece de uma debilidade tal que se desviam ou se detêm em seu progresso espiritual, tendo em conseqüência avanços muito lentos e escassos.

3. Deixemos que cada um proceda de acordo com a habilidade que lhe foi dada e continue assim, a peregrinação que tem empenhado. Não há homem tão infeliz e inapto e que, pouco a pouco, não tenha conseguido um pequeno progresso. Não cessemos de fazer todo o possível para irmos incessantemente mais adiante no caminho do Senhor; e não nos desesperemos por causa de nossas escassas conquistas. Ainda que não cheguemos no nível espiritual que esperamos ou desejamos, nossa labuta não está perdida se é que o dia de hoje ultrapassa em qualidade espiritual o dia de ontem.

4. A única condição para o verdadeiro progresso espiritual é a de que permaneçamos sinceros e humildes. Mantenhamos em mente nossa meta final e avancemos sobre ela com toda nossa vontade. Não caiamos no orgulho nem nos entreguemos às paixões pecaminosas. Exercitemos com diligência para alcançarmos uma norma mais alta de santidade, até que tenhamos chegado ao melhor de nossa qualidade espiritual, na qual devemos persistir ao longo de nossa vida. Somente chegaremos à perfeição absoluta quando, libertos deste corpo corruptível, formos admitidos por Deus em Sua presença.

*Extraído do livro: A Verdadeira Vida Cristã - João Calvino/Ed. Novo Século

sexta-feira, novembro 3

A importância da doutrina

Cada pesssoa possui uma fonte suprema de significado (consciente ou inconscientemente) para suas decisões diárias e para o propósito de sua vida. Todo ser humano possue um sistema de crenças. Todos tem uma teologia, um entendimento da realidade ou uma maneira particular de olhar para o mundo (cosmovisão).

A pergunta mais importante que podemos fazer é: Qual o sistema de crenças que guia uma pessoa?

Como cristãos reformados, nós abraçamos uma ponto de vista peculiar acerca da história, da teologia e da vida humana. Nós temos como princípio básico de nossa cosmovisão a crença no Deus Criador e Soberano que Se revelou de maneira perfeita nas Escrituras Sagradas. Na Bíblia encontramos o princípio da autorevelação redentora de Deus a toda humanidade.

A doutrina cristã é primariamente uma reflexão acerca de Deus e sobre Seus atos e como eles foram revelados na história. A Bíblia nos revela um Deus pessoal que é a fonte, sustentador e meta de tudo o que existe no universo criado. Isto significa que Deus não é meramente uma força ou energia impessoal, mas Ele é uma pessoa. Ele tem personalidade.